Páginas

- o que você procura?

segunda-feira, 17 de março de 2008

- esferas da realidade

Quantas horas, estas, me fizeste comum!
Tantas outras mais, me deformaram.
Estou me alimentando bem, mas continuo em jejum;
Evitando pensamentos que me desgastaram

Disforme é o mundo, tanto mais meus pensamentos.
Titubeio pelos cantos, alimento-me do momento.
Armadilhas que condenam num disforme tratamento;
Ora chora, ora ri, tudo depende do vão contentamento.

Estar liberto requer paz, coisa que eu não tenho.
Alcanço a satisfação por meio de meu empenho
Alimento-me muito bem, sempre estando em jejum.
Aprendo em muitos livros que não se vende em lugar algum.

Do real eu pouco gosto, sufrágio que não convém.
Arremeto-me ao meu conforto, de modo que me sinto bem.
Esferas da realidade nos olhos me provêm
Sinto-me satisfeito, por não dividir pensamentos com outrem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário