Páginas

- o que você procura?

domingo, 30 de maio de 2010

- meu infinito eu


Acabo de regressar de uma longa viagem
onde descobri que minha vida
não está limitada a esta breve passagem.


Mas desconheço os trâmites da infinitude.
Se de fato sou uma ressonância do passado
por que ecoo pelo espaço tempo, amiúde?


Eu ainda não compreendi a essência.
Mas, naufragado nessa existência,
espero conhecer sobre a matéria e a vida

Sem me importar com o fim
de minha infinitude comprida.

Um comentário:

  1. É meu caro.
    Não saber até onde vai, onde afinal está a borda da piscina nadando de olhos fechados, por vezes pode nos dar a sensação de estarmos perdidos,
    Porém, estar perdido ou onde se deveria estar é só uma questão de opinião.

    Qualquer campo de futebol pode ser infinito se você nunca se atrever a chegar perto da linha de fundo, arriscar e ver até onde vai...tô tentando me convencer que é o melhor caminho.

    Até, e obrigada pela visita...tão esperada por sinal.

    ResponderExcluir