- o que você procura?

domingo, 20 de junho de 2010

- sobre o que penso quando me deito e me levanto

Depois de dias deitado no sofá
eu sei que ainda não melhorei,
mas posso escolher
entre deixar tudo como está
ou morrer.
... e eu ainda não sei
o que devo fazer.

À noite, quando fecho os olhos,
sinto que o melhor seria não abrí-los mais,
mas então o dia nasce
e, junto com ele,
há esperança em minha face,
mas é só questão de tempo
até novamente escurecer.

É um sentimento intenso
que a todo momento
me corrompe o pensamento.
- É a morte! que anos a fio
perturba as minhas noites
com seu chamado doentio,
numa voz que vem de dentro.

- Já estou cansado
e, hoje a noite, eu decidirei
o que de fato farei comigo.
Posso desistir, deixando quem fica preocupado
com o que possa ter acontecido
ou eu posso me levantar do sofá
e pedir ajuda a algum ser vivo.