- o que você procura?

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

- sobre o que sou e sinto

Dou-me bem com o que é podre e escroto,
com o que gera repugnância e desgosto
e com o que possa estar visceralmente exposto
proporcionando mal-estar e ojeriza aos outros.

Não é do meu feitio ser gentil ou demagogo
e devo admitir que, sinceramente, não me importo
quando me julgam como um homem doentio,
que vive recluso, cercado de repulsa e nojo.

Não adianta, eu sou assim:
me alimento do vazio, me aqueço com o frio
e tudo que mais desejo é...
estar morto.