Páginas

- o que você procura?

domingo, 30 de janeiro de 2011

- matando a rotina

Diariamente tenho me sabotado,
pois me custa muito manter-me vivo.
Mesmo tendo muitas pessoas ao meu lado,
não há o que me motive, me de sentido.

Aparentemente, não há nada de errado:
estou saudável e sou bem-sucedido.
Mas todas as manhãs eu acordo frustrado
e, ao abrir os olhos, eu digo:
- Como eu queria ter morrido...

O melhor é evitar familiares e conhecidos;
até porque os meus alardes foram ignorados
(desde o início).
E, afinal, já tenho tudo decidido:
eu vou morrer, mesmo acordando vivo.

5 comentários:

  1. saudades desta palpável letargia (: mas torcendo para ela ser soprada logo, pelo menos do consciente.

    ademais, estou aqui.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. pra fazer rimar assim, tão bonito... tem que ser bom, pq olha...

    ResponderExcluir
  4. E a morte é...então, um modo de vida?[!]

    Diria que o mais irônico possível.

    Belo texto-poema.

    ResponderExcluir
  5. pow cara... o q dizer alem de
    EU TE COMPREENDO

    ResponderExcluir