- o que você procura?

domingo, 30 de janeiro de 2011

- matando a rotina

Diariamente tenho me sabotado,
pois me custa muito manter-me vivo.
Mesmo tendo muitas pessoas ao meu lado,
não há o que me motive, me de sentido.

Aparentemente, não há nada de errado:
estou saudável e sou bem-sucedido.
Mas todas as manhãs eu acordo frustrado
e, ao abrir os olhos, eu digo:
- Como eu queria ter morrido...

O melhor é evitar familiares e conhecidos;
até porque os meus alardes foram ignorados
(desde o início).
E, afinal, já tenho tudo decidido:
eu vou morrer, mesmo acordando vivo.