Páginas

- o que você procura?

segunda-feira, 11 de julho de 2011

- implicações da existência

Fechei meus olhos. Agarrei-me aos meus braços envolvendo-os sutilmente ao meu corpo. Sorri para minha alma e, agarrando-me em mim mesmo, esperei. Esperei pelos pensamentos todos que me consumiam, momento a momento, provocando espasmos em meu corpo vacilante. Escutei o silêncio do espaço e compreendi seu poder avassalador, que reflete excretando minuciosamente o óbvio e o inimaginável, e provoca uma confusão avassaladora, extinguindo o pensamento, a vida e o universo inteiro em um único momento súbito que não pode ser calculado em tempo. É tudo tão rápido que a minha compreensão não acompanha a fala; não há reação. Decido então experimentar a sensação e, por algum momento, eu me sinto espacialmente perdido – como que ausente de qualquer possibilidade de existir: já não sei se é o silêncio o tempo ou o tempo o silêncio. É como ser um eco no vazio. É como estar cheio de nada. E, repentinamente, sou tomado por uma incólume sensação de expansão. Sinto como se eu pudesse alcançar qualquer extremo, qualquer entendimento. Talvez eu não perceba a realidade. Talvez eu esteja no limiar das verdades. Ou talvez eu seja Deus. Há uma beleza inexplicável em tudo que eu penso e sinto nesse momento. Tudo faz sentido. E tudo carece de sentido. E, como se flutuasse, experimento toda diversidade e a aprazia que me alcança. Está para além da carne, da alma, das partículas que me harmonizam. Eu não preciso de mais nada; sei. Já não estou no meu corpo. Me distribuo no espaço. Compreendo o que sou e, agora, de fato, eu nasço.

3 comentários:

  1. adoro o seu vocabulário completo, direto, forte!

    só acho q vc devia saber que vicia seus leitores e dps some! tsc tsc..

    ResponderExcluir
  2. adoro essa sensação de completude com o espaço, descrita no texto acima! =)

    ResponderExcluir
  3. Menino, ainda não tinha visto este ... assim você mata-me!

    É como estar suspenso no ar e sentir por todo o corpo a brisa que vem do mar!

    ResponderExcluir