- o que você procura?

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

- o amor

O amor é inerente a carne, a matéria
ele não está em você ou em mim
não pulsa no coração, nas veias, nas artérias
é, simplesmente, o princípio e o fim.


O amor também não é desejo
tampouco uma apropriação
não é o que carnalmente sinto e vejo
não é orgasmo ou ejaculação.


O amor não é o livre-arbítrio
transcende o cosmos e a força etérea
pois ele é inefavelmente o princípio
de tudo que antecede as eras.


O amor não foi inventado
por isso não é força que será destruída
tudo nele está manifestado
contendo o significado da eterna vida.