Páginas

- o que você procura?

terça-feira, 24 de abril de 2012

- somos um

Sempre fui apaixonado pelo contato com nós humanos,
mas eu jamais soube explicar o porquê ou como
esse sentimento cresceu em mim ao longo dos anos.
Hoje, percebo que mesmo no silêncio das palavras aprendo e somo.

No desfrute com o outro está o nosso crescimento,
a razão para a volúpia, para o prazer e para o desejo mútuo;
é nos outros que estão as raizes de nossas emoções e sentimentos,
e também o semear, o plantio e a colheita de todo fruto.

Não é à toa que nos denominamos semelhantes,
pois o que somos resulta da interação que reflete e ecoa 
nas mentes que se conversam de maneira livre e constante.
Por isso, ao dizer "eu sou" limito-me como pessoa

e esqueço-me da essência: una e reverberante.

20 comentários:

  1. Oi Luís, grata pela atenção e carinho. E seja bem vindo no ritornelo! abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - olá, Jane. Muito obrigado pela recepção.
      Será sempre muito bom passear pelo seu blog.

      Grade abraço.

      Excluir
  2. A troca com o outro é sempre positiva. No entanto, resolvi que só quero lidar com aqueles que querem lidar comigo. Senão, a soma vira subtração.

    Bjo!
    PS: Com você, eu sempre vou querer trocar palavras e pensamentos! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - Olá, querida Larissa.
      As somas viram subtração quando falamos com o ego.
      Quando falamos com a alma, deixa de existir a soma e também a subtração, e inicia-se uma relação absoluta, permeada pelo amor mútuo e completo.

      ps: fico contente em saber que sempre poderemos trocar palavras e pensamentos. é sempre muito bom quando compatilhamos nossas ídeias.

      grande abraço, minha querida!

      Excluir
  3. deu-me vontade de escrever isto:

    tantas vezes te olhei que no fim de ti me descobri

    [será que isto que tu querias dizer?]
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - olá, Laura.
      Que bonito prenúncio. e está sim, atrelado ao que foi dito. a desciberto do eu é sempre par da descoberta do nosso.

      um grande abraço no coração.

      Excluir
  4. Realmente voçê é muito humano e têm uma alma linda, nos ilumina todos ...

    Obrigada, este vou guardar especialmente ...

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - olá, Paula.
      Fico contente que você tenha gostado do poema.
      É muito importante descobrir que as palavras se tornam luz na vida das pessoas e que elas ajudam na nossa evolução.

      grade abraço.
      ps: fico contente tamém que tenha lido o blog desde o início. tenho lido seus comentários. são sempre vigorosos. muito obrigado.

      Excluir
    2. Obrigada Luís!

      Vou continuar a ler o seu blog desde o ínicio, pois eu evoluo lentamente ao meu ritmo ... o que não gosto hoje, talvez goste amanhã e vice versa ...

      Você é uma mina de surpresas e como um bom chocolate, nada de excessos, vamos apreciar o seu verbo devagarinho!

      Excluir
    3. E mais ... meus comentários vigorosos ... é da cafeina!!! Ah, ah, ah, ah .............

      Excluir
  5. Eu gosto muito de pessoas. Das boas :)
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas sempre serão essencialmente boas, apesar de, às vezes, projetarem suas ilusões.

      Grande abraço.

      :D

      Excluir
  6. Muito bom, Luís!
    Ao dizer que és.. muitas outras coisas se agregam. Ser é palavra plural e única.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ser é realmente plural, Lu.
      Infinitamente plural.

      Grande abraço.

      Excluir
  7. Para querer tão bem as pessoas, e ter essa fé que você tem, só sendo evoluído e de grande auto-conhecimento. Te admiro mto, por tudo que vc escreve e por tudo que você sente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - o amor está em nós, ana.
      você também é uma pessoa maravilhosa que revela e guarda palavras maravilhosas.

      grande abraço.

      Excluir
  8. voltei aqui, para reler o teu poema, para me lembrar de que mesmo o mais ínfimo grão de areia, a mais leve brisa de ar, marca em nós o(s) caminho(s) que seguimos
    só é preciso saber ver e aprender

    beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. - que lindo, Laura.
      Me faltam palavras para descrever este insight tão bonito.
      o aprendizado é diário e tiramos proveito dele sempre, mesmo que não percebamos conscientemente.

      Excluir