- o que você procura?

terça-feira, 13 de maio de 2014

- uma poesia qualquer

Não se pode publicar uma poesia
que não seja possível ler depois
algo que não tenha harmonia:
feijão com arroz

Uma poesia cheia de vento
que não pode ser honesta
nem por fora, nem por dentro
que antes mesmo do seu fim morreria

por ser vazia
de palavra
de sentimento.